O Mostro das Cores… o primeiro Livro Pedido!

E, o Mostro das Cores, foi o eleito nesta que foi a 1ª edição da rubrica “Livros Pedidos… Qual é o Teu?”

O dia da publicação não foi escolhido ao acaso, qual o melhor dia para a estreia da história mais pedida se não o Dia Mundial da Criança?!

A Ana e o seu editor de audio e vídeo preferido, assim que fecharam as votações e se soube qual tinha sido o livro mais pedido, deitaram mãos à obra… O Mostro das Cores está agora re(contado) com o coração e a alma do AnAventure!

Este é um livro escrito e ilustrado pela arte-terapeuta Anna Llenas, em que a personagem principal é um confuso monstrinho que muda de cor de acordo com o que está a sentir. Sem perceber o porquê de mudar de cor, é a outra personagem desta história, uma despachada menina, que lhe explica o que representam todas estas emoções.

Foi uma aventura contar esta história! A equipa do AnAdventure aproveitou e organizou, também, todos os frasquinhos das suas emoções. Estamos calmos, cheios de alegria, entusiasmados e orgulhosos deste aventura que agora é vossa também!

Até já! E preparem os vossos pedidos porque a 2ª edição do “Livros Pedidos… Qual é o teu?!” está aí à espreita!

Livros Pedidos…Qual é o teu?!

A Ana andou muito quieta e calada nos últimos dias… Andou a magicar aventuras novas e…finalmente, hoje, já pode contar o segredo que andava a guardar!!! (E que difícil que foi, não contar esta nova aventura!)

Livros Pedidos… Qual é o teu?!… é a nova rubrica do AnAdventure!

Este é um projeto que resultou do ótimo feedback que a Ana recebeu sempre que publicava uma história contada por ela. “Tens muito jeito!” Os vídeos estão um máximo!” Os miúdos no fim de uma querem logo ouvir outra!” “Então, qual é a história deste fim-de-semana?”.

Todos estes comentários tão bons deixavam a Ana contente mas, essencialmente, deixavam-na a pensar em mil possibilidades!!!

Num certo dia, a conversar sobre as histórias com uns amigos (amigos que a profissão de Educadora lhe trouxe) o Marco disse: ” Tens de fazer os Livros Pedidos!” E pronto, nesse momento nasceu no coração e na alma da Ana este novo projeto, dentro do projeto que já é o AnAdventure!

A Ana falou, de imediato, com a Mig que já é uma companheira do AnAdventure, desde o momento em que ele ainda não era visível aos olhos de mais ninguém. A Mig desenha o que a Ana imagina, não é espetacular?! Com o maior entusiasmo pediu-lhe um GIF para ser a imagem desta nova rubrica, com a certeza que dali só viria a melhor ilustração de sempre!

Mas, ainda assim, a cabeça da Ana não parou de magicar… pensou e pensou e uma nova rubrica não fazia sentido sem um jingle!

Quem mais, a quem pedir para compor um jingle que, à sua amiga do coração, à fagotista mais talentosa do país, a Catarina.

E em dois dias a Ana tinha o jingle mais bonito de todos! Feito com o coração!

Hoje o Livros Pedidos… Qual é o teu?! chega à casa dos aventureiros que quiserem sugerir um livro, para ser contado pela Ana!

A melhor forma de o fazerem será através das caixas de comentários do Facebook e Instagram do AnAdventure! Por isso já sabem, sempre que ouvirem este inesquecível jingle que vem sempre acompanhado desta alegre ilustração é o momento de fazerem os vossos pedidos. O livro mais pedido será o livro contado!

A Ana ainda não sabe a regularidade dos livros pedidos, isso vai depender dos vossos pedidos e das mil aventuras dela!

O que a Ana pode adiantar é que o primeiro livro pedido a ser contado sairá no dia da criança! Podem fazer os pedidos de hoje até à próxima quarta-feira!

Façam os vossos pedidos, a Ana está expectante e com muita vontade de contar histórias!

A Ana quer ainda dizer uma coisa, um gigante OBRIGADO a todos os amigos que a ajudam a concretizar as aventuras que ela tanto magica, que são muitos! Dinis, Catarina, Mig, São, Cátia, Sara, Marco, Paula, são só alguns dos nomes que tem acompanhado a Ana em muitas aventuras!

As (muitas) preocupações do Billy…

A Ana pensava (e pensa) em muitas coisas ao mesmo tempo!

E, durante algum tempo, a Ana foi um bocadinho como o Billy… preocupada com muitas coisas, coisas demais.

Coisas que, analisadas ao pormenor, não eram motivo de preocupação, mas que num primeiro momento causavam frio na barriga.

A Ana descobriu, aos bocadinhos, que se calhar prestava atenção demasiada naquilo que não conhecia, e por isso, tinha medo e ficava preocupada.

Percebeu, também, que estas preocupações não eram tontas como toda a gente dizia, eram as preocupações dela, e por não serem as dos outros também, não tinham necessariamente que ser preocupações tolas. Eram preocupações e pronto!

Numa visita à Biblioteca Municipal de Ílhavo, nos tempos de universidade, teve oportunidade de assistir a uma dinamização da história “As preocupações do Billy”. Nesse dia fez um boneco das preocupações para ela. E, desde então, nunca mais se esqueceu desta história. A história que se baseia numa tradição muito antiga da Guatemala, mas que ajuda a espantar os medos e as preocupações.

A Ana já contou muitas vezes esta história nas salas onde já foi educadora.

A Ana guarda no coração uma destas vezes, porque um destes meninos que ouviu a história contada pela Ana quis fazer um projeto sobre os bonecos das preocupações.

E foi um projeto que ganhou asas… fizemos bonecos das preocupações que ficaram à entrada da nossa escola. Quem estivesse preocupado escolhia um boneco das preocupações e escrevia a sua preocupação. Ao fim do dia podia levá-lo para casa para colocar debaixo da almofada.

Assim percebemos que toda a gente se preocupa com coisas. Até os adultos… E não temos de ter vergonha disso!

A partir daí descobrimos que sempre que nos voltarmos a preocupar, a solução está nas nossas mãos! É só construir um boneco das preocupações e contar-lhe a nossa preocupação e… ela desaparece!